Numa carta aberta dirigida a Isaias Afewerki, os activistas de direitos humanos, jornalistas e académicos pedem ao chefe de Estado da Eritreia, considerado um dos mais repressivos regimes em África, “uma oportunidade” para visitar os seus colegas detidos em cadeias no país.

O grupo, que inclui nomes como Rafael Marques e José Agualusa (Angola), Iva Cabral (Cabo Verde), Miguel de Barros (Guiné) e Paulina Chiziane (Moçambique), além do escritor nigeriano Wole Soyinka, congratulou-se com a recente normalização das relações entre a Etiópia e a Eritreia.

Nesse sentido, manifestaram a expectativa de que tal passo represente o início de “uma nova era” de aprofundamento da “estabilidade e prosperidade na região”.

Em declarações à Lusa, Rafael Marques defendeu que esta acção representa “um primeiro ensaio sobre o estabelecimento de uma cadeia de solidariedade mais forte entre figuras preeminentes da sociedade civil africana para a busca de soluções africanas para os problemas africanos”.

Na carta, os activistas pediram ainda ao chefe de Estado para manter o “ímpeto de abertura” do país, após um período de isolamento, que consideram ter representado “uma perda para a Eritreia e para toda a África”.

Expressaram ainda preocupação pelo “clima de hostilidade” que se regista no país, particularmente contra jornalistas, opositores, activistas de direitos humanos e defensores da democracia.

Lembram que muitos eritreus foram presos por razões políticas, o que gerou um clima de medo e provocou um considerável movimento migratório para fora do país.

Solicitaram, por isso, autorização formal para visitar os seus colegas presos na Eritreia, para lhes expressarem solidariedade e lembrarem-lhes que “África nunca os esquecerá ou abandonará. l

Partilhar este artigo

13 de junho de 2019

Mise en forma : jinga Davixa

LIBERDADE : .. Ironia do destino …

ANGOLA : LUNDA-NORTE EST EN DEUIL,.. LE RÉGIME CONTINUE D’ ASSASSINER …

GRAÇA CAMPOS : “90% dos angolanos quer que Manuel Vicente seja julgado em Portugal”

ANGOLA : une Église inféodée, est identique à une église sans foi.

FAMINE : ..Si Cunene est L’Angola,.. alors Joao Lourenço est un Menteur !..

DICTATURE : Rafael Marques encore en vie ?.. Oui ??.. – Alors,..  l’Angola est une démocratie ?..

LUNDA NORTE : LA MORT… ET LA TERREUR… SUR LE PROTECTORAT…

CABRITO-BIC : Chama-se Fernando Telles… apropriou-se de forma ilegal, uma fazenda de 6. 000 hectares,.. pertencente à família do Soba Silva Quinta Vunge …

LAVA JATO : Americanos atacam a Corrupção em Moçambique. E ANGOLA ??..

KLEPTOCRATIE : Jean-Claude en passe de regagner la Suisse,..

Une pensée sur “Activistas e Académicos Africanos,.. Querem Visitar Colegas Presos na Eritreia …”

Laisser un commentaire

Votre adresse de messagerie ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *