Na história política angolana não há alguém que tivesse atingido um cargo tão relevante e vivesse confinado, como é o caso do vice-presidente, Bornito de Sousa.

Se olharmos à volta, provavelmente não encontraremos ninguém que esteja tão perto da luz, mas que, simultaneamente, continue na penumbra …

Faz lembrar o que os mexicanos, impedidos de entrar nos EUA como gostariam, dizem dos vizinhos do Sul: “cerca de América, lejos de Dios ! ”

Quando fez de “Nandó” primeiro-ministro, ao fim de algum tempo José Eduardo dos Santos aliviou as amarras e deu-lhe (algum) trabalho.

Nandó começou com trabalho de faz de conta, mas era trabalho. Excedeu-se por exemplo na ida aos jogos olímpicos de Atenas. Deixou-se ficar lá mais tempo do que o chefe dele desejaria.

José Eduardo dos Santos teve a mesma atitude com Paulo Kassoma e com Manuel Vicente, que o serviram como primeiro-ministro e vice-presidente. Os dois, mais o segundo que o primeiro, tiveram sempre coisas para fazer e relatórios para apresentar.

Lá fora, Donald Trump, o omnipresente presidente dos Estados Unidos, confiou muita coisa ao seu vice-presidente, Mike Pence. É a este que cabe dirigir a “task force” que Trump criou para responder à COVID-19.

Nas duas vezes que o teve como primeiro-ministro, Vladimir Putin, outro que ocupa todo o espaço na Rússia, deu alguma latitude a Dmitry Medvedev.
Nelson Mandela – e ninguém foi maior do que ele – nunca empurrou Thabo Mbeki, seu vice, para detrás da cortina.

 

O caso de Bornito de Sousa é diferente.

O vice-presidente, já é um caso que merece ser estudado.

Quem um dia se entregar a escrever a história do mandato do Presidente João Lourenço terá que ver Bornito de Sousa não como um caso, mas como um ocaso.
Apesar da imensidão de problemas que Angola vive, a Bornito de Sousa não é confiada nada para se ocupar.

Vive hoje a sua terceira fase de confinamento.

A primeira começou com a sua chegada à vice-presidência. Ao fim de um ano de ócio e ostracismo, frustrado, fez constar a alguns amigos influentes que não queria fazer parte de quaisquer conjecturas para um segundo mandato.

João Lourenço, que, definitivamente, não o tem em vista para essas contas, viu poupado o trabalho de ter que lhe dizer (na cara) que deve pensar noutra vida depois do fim deste mandato.

“QUEM UM DIA SE ENTREGAR A ESCREVER A HISTÓRIA DO MANDATO DO PRESIDENTE JOÃO LOURENÇO TERÁ QUE VER BORNITO DE SOUSA
NÃO SÓ COMO UM CASO, MAS JÁ COMO UM OCASO

A segunda fase do confinamento, quiçá a mais humilhante, foi quando o PR fez de Carolina Cerqueira ministra de Estado para a Área Social.

Essa promoção deitou abaixo a ideia, que até faz muito sentido, de que o vice-presidente se ocupava dessa área.

Nessa altura, Bornito de Sousa, um dos primeiros políticos a aderir às redes sociais, já tinha transformado a interacção com internautas numa ocupação “full-time”

Não tinha literalmente nada para fazer

Foi daí nessa altura que incorreu no infeliz tweet à volta do nascimento do príncipe Archi Harrison, filho do Príncipe Harry e de Megan Markle, duque e duquesa de Sussex, respectivamente.

A natureza das reacções, com piadas e protestos à mistura, seguramente que o levou a pensar que não precisava de ser tão explícito na exibição da sua falta de trabalho.

É certo que Bornito de Sousa precisava de se ocupar com alguma coisa. Ninguém pode, de um dia para o outro, deixar de ter utilidade, sobretudo depois de chegar ao segundo posto da magistratura política do país. Mas a via escolhida para exercitar a mente não foi a melhor.

Não tendo nada a fazer na agenda oficial do Executivo, o vice-presidente perdia-se a corrigir erros de português que detectava nas palavras cruzadas do Jornal de Angola, ou a publicar tweets triviais.

Hoje, não se pode dizer que o vice-presidente da República “queima” as 24 horas do dia navegando nas redes sociais,

mas, como antes, continua a ser actor e fiscal do que se diz na internet.

Só assim se compreende o facto de não lhe ter escapado uma insinuação feita por um não influente que o ligou ao 27 de Maio.
Adiante.

Quando começou a vigorar o Estado de Emergência, Bornito de Sousa passou de politicamente confinado

a fisicamente confinado….

É quase seguro que não teve dificuldades de se adaptar.

A relação de João Lourenço com Bornito de Sousa teve sempre muitas zonas cinzentas.

É público que entre ambos houve – ou ainda há – maus fígados antigos. Enquanto chefe de bancada parlamentar do MPLA, Bornito de Sousa passou para o secretário-geral, João Lourenço, o regabofe que aconteceu à volta da exclusão de Moco, Lopo e França Van-Dúnem, do Congresso de 2008.

E nesse Congresso João Lourenço acabou sendo apeado. É sabido, também, que não foi João Lourenço que escolheu Bornito de Sousa como seu vice. Nessa matéria, ele não teve opinião.

Bornito de Sousa foi-lhe imposto por José Eduardo dos Santos.

À data dono e senhor disto tudo, DSDT, José Eduardo dos Santos acreditava que colocado na vice-presidência da República,

Bornito de Sousa seria o seu representante. Provavelmente, o então DSDT esperava que Bornito desempenhasse junto de João Lourenço o papel de chato, empata, fusível ou dissuasor.

Mas, não tendo, sequer, permitido que o próprio José Eduardo dos Santos usasse, a partir do Kremlin, o controlo remoto, João Lourenço não teve dificuldades em acantonar Bornito de Sousa.

“À DATA DONO E SENHOR DISTO TUDO, DSDT, JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS ACREDITAVA QUE COLOCADO NA VICE-PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA,

 

BORNITO DE SOUSA SERIA O SEU REPRESENTANTE. ESPERAVA QUE BORNITO DESEMPENHASSE JUNTO DE JOÃO LOURENÇO O PAPEL DE CHATO, EMPATA, FUSÍVEL OU DISSUASOR

Embora se saiba que João Lourenço e Bornito de Sousa não morrem de amores um pelo outro, o défice de ciência que jaz no MPLA e no Governo impõe as seguintes perguntas: faz algum sentido “inutilizar” o vice-presidente ?

O Presidente da República não ganharia muito mais se envolvesse, na formulação das suas decisões, uma pessoa com a tarimba de Bornito de Sousa ?

Bornito de Sousa foi presidente da Comissão Constitucional, que produziu a Constituição actualmente em vigor;

foi chefe da bancada parlamentar do MPLA e foi ministro da Administração do Território.

Uma pessoa com esse background é de deitar fora ?

O vice-presidente foi literalmente castrado.

O Carmo e a Trindade viriam por aí abaixo se, num exercício de congregação, o vice-presidente da República fosse chamado a emprestar um pouca da vasta ciência que acumulou ?

João Lourenço não deveria permitir que a imagem de reformador fique comprometida por decisões que raiam à birra e nem devia dar espaço a que a sua relação com Bornito de Sousa seja apontada pela galera eduardista para o pintarem como desagregador.

Há poucos dias, João Lourenço criou uma comissão para rever os manuais escolares.

Era uma boa oportunidade para João Lourenço dar algum trabalho ao vice-presidente da República, quanto mais não fosse para dar maior dignidade institucional a essa comissão.

Mas, mostrando, mais uma vez que não precisa do seu vice para nada, João Lourenço confiou a coordenação da referida comissão a Carolina Cerqueira.

O que mostra que o Presidente da República está a misturar alhos com bugalhos.

Ou seja, eventualmente, João Lourenço estará a permitir que mágoas ou zangas pessoais interfiram na relação institucional.

Bornito de Sousa não será, certamente, uma unanimidade nacional. Com qualquer um de nós, tem defeitos, é tido com esquivo, morde e sopra, mas nenhum deles decorre de relação com a língua portuguesa.

É conhecido o rigor com que lida com a nossa língua oficial.

Por isso mesmo, a coordenação da comissão encarregue de rever os manuais escolares, na generalidade cheios de erros de português, assentaria como uma luva a Bornito de Sousa.

 

Graça Campos

Jornalista há 40 anos, com passagem pelos principais meios de comunicação social públicos e privados. Na mídia pública regista passagens pela ANGOP, Jornal de Angola e Televisão Pública de Angola. Na imprensa privada tem profundas impressões digitais no Correio da Semana, Folha 8 (de que foi co-fundador e editor chefe), Angolense (co-fundador e editor chefe), Semanário Angolense (co-fundador e Director Geral) e, actualmente, no Correio Angolense. Como militar das antigas FAPLA registou passagens pelos jornais Njango Ya Sualaly (órgão da então Direcção Política Nacional) e Jornal Desportivo Militar (JDM).

Fonte: Correioangolense 

 

Jornal Hora H 08-Jun-2020 21:49:00

 

Partilhar este artigo

 

ANGOLA : L’escapade présidentielle,.. le FRIC.. c’est CHIC !..

FAMINE : .. Si Cunene est L’Angola,.. alors Joao Lourenço est un Menteur !..

MATADORES : .. FUNDAÇÃO 27 DE MAIO confirma BORNITO DE SOUSA como ASSASSINO DO 27 DE MAIO …

MASSACRE : .. Fundacão acusa BORNITO DE SOUSA,.. e .. KWATA-KANAWA de assassinos do 27 de MAIO 1977 …

PROCÈS : LA COUR SUPRÊME ORDONNE LA LIBÉRATION DES 3 JEUNES DE MALANJE…

MATADORES : .. MPLA unidos ate à morte,.. VAI NEGAR sempre uma COMISSÃO DA VERDADE …

LAVA JATO : ..Les Gouvernants de l’Angola traités de .. « Criminels » … (vidéo..)..

MATADORES : .. BORNITO de SOUSA,.. contra ASSOCIAÇÃO 27 de MAIO …

ANGOLA : 30 MERCEDES « GRAND-LUXE », EXPRESSÉMENT ACHETÉES,.. POUR LA « FIESTA » DE JOÃO-LOURENÇO

HC : aqui aqui nós “carneiramos”,.. bebemos… e enxágue os dentes !..

ANGOLA : L’escapade présidentielle,.. le FRIC.. c’est CHIC !..

LAVA JATO : .. Os Corruptos e ASSASSINOS atacam, O jornal Hora H …

KLEPTO-MANIA : .. As vidas distintas dos nossos endinheirados …

SANTÉ : .. 3 À 5 enfants meurent tous les jours, à l’hôpital pédiatrique, David Bernardino à Luanda…

WILLIAM TONET : .. Combate à corrupção em Angola “é um engodo” …

CABRITISMO : .. Casamento de USD 2 milhões gera polêmica …

CABRITISMO : ..Governantes de Angola acusados de ..”CRIMINOSOS” .. (video..)..

PRÉSIDENT : une immunité à Vie du Dictateur n’est plus du tout garantie…

MASSACRE : .. Fundacão acusa BORNITO DE SOUSA,.. e .. KWATA-KANAWA de assassinos do 27 de MAIO 1977 …

ANGOLA : Comunismo, Népotismo, e….Cabritismo !…

DROITS DE L’HOMME : .. un fardeau qui s’appelle,.. JOAO-MARIA de SOUSA …

DICTATURE : Le président du Parlement « NANDÓ »  veut en finir avec les réseaux sociaux en angola…

MATADORES : .. BORNITO de SOUSA,.. contra ASSOCIAÇÃO 27 de MAIO …

Une pensée sur “BORNITO DE SOUSA : .. O CREPÚSCULO do VICE-PRESIDENTE …”

Laisser un commentaire

Votre adresse de messagerie ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *